top of page

Suzano terá Festival Internacional de Cinema

Evento dedicado a curtas-metragens será realizado em 2 e 3 de setembro, no Cineteatro Wilma Bentivegna, com entrada gratuita para a população



Suzano fará parte da programação do 34º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo - Curta Kinoforum, que ainda terá exibições na capital paulista e em Guarulhos, a partir do dia 24 de agosto. Entre 2 e 3 de setembro, o Cineteatro Wilma Bentivegna (rua Paraná, 70, Jardim Paulista), por meio do trabalho do Polo de Música e Audiovisual, será palco de filmes selecionados para o evento, que incluem as mostras Internacional, Latino-americana, Brasileira, Infantojuvenil, Horizontes e Limite, e Programas Especiais.


Em ambos os dias, as atividades no município serão iniciadas a partir das 18 horas. No dia 2 serão exibidos, na sequência, “Romeu e Julieta” em libras; “Arrimo”, “A menina e o mar”; “Peixe Vivo” e “Big Bang”. No dia seguinte, as produções programadas são “Castanho”; “A última vez que eu ouvi Deus chorar”; “Procuro teu auxílio para enterrar um homem”; e “Quebra panela”.


O Festival Internacional de Curtas de São Paulo, fundado e dirigido por Zita Carvalhosa, tem como objetivo o intercâmbio entre a produção brasileira e a internacional. Com um caráter cultural, o evento visa exibir filmes que contribuam para o desenvolvimento da linguagem, formato específico e forma do curta-metragem. Representantes de 50 países estarão no festival.


Do total de 210 filmes brasileiros listados na programação, serão incluídos curtas de 19 estados e do Distrito Federal. Ainda serão anunciados outros 60 títulos convidados que vão compor os programas especiais e a mostra “Foco” desta edição. Da “Mostra Brasil”, participam produções como “A última vez que ouvi Deus chorar”, de Marco Antonio Pereira; “Big Bang”, de Carlos Segundo; “Lapso”, de Caroline Cavalcanti; “Ramal”, de Higor Gomes. “Comida de quintal”, de Luisa Macedo; e “No início do mundo”, de Gabriel Marcos.


Serão exibidos filmes com até 25 minutos de duração, sem distinção de gênero e que tenham sido finalizados a partir de 1º de janeiro de 2022. O festival prevê a participação do público na avaliação da produção e abre parcerias que resultam em premiações. Os curtas brasileiros realizados em cursos de graduação do ensino audiovisual são elegíveis ao Prêmio Revelação, que consiste em serviços e equipamentos para a produção de uma nova obra.


O secretário municipal de Cultura, o vice-prefeito Walmir Pinto, afirmou que esta será uma grande oportunidade para que a população possa ter contato com grandes produções de curta-metragem do Brasil e do mundo. “É um grande incentivo para quem gosta e para quem trabalha com cinema na cidade. Em nosso município, serão exibidos obras de alto nível. Promoveremos um grande intercâmbio de informações entre os profissionais da área, que possibilitará novas alternativas para a cultura e a produção local”, frisou Walmir.



Crédito das fotos: Luana Bergamini/Secop Suzano

15 visualizações0 comentário
bottom of page