Suzano terá atrações em homenagem ao centenário da Semana de Arte Moderna

Teatro Municipal Dr. Armando de Ré sediará uma série de apresentações culturais gratuitas entre os dias 24 e 27 de março

A Secretaria de Cultura de Suzano anunciou que promoverá uma programação especial em comemoração ao centenário da Semana de Arte Moderna de 1922. Entre os dias 24 e 27 de março (quinta-feira a domingo), o Teatro Municipal Doutor Armando de Ré (rua General Francisco Glicério, 1.354 – Centro) receberá uma ocupação especial para celebrar este marco da história nacional, com a exibição gratuita de diversas manifestações artísticas. As atrações começam às 18 horas, sem necessidade de retirar ingressos.

Neste período, o público poderá acompanhar os trabalhos de artistas locais que relembram e prestigiam as influências culturais da Semana de 22, com a provocação "Só a antropofagia nos une (?)". O primeiro dia (24/03) será marcado pela exibição de apresentações circenses e de dança, além do Sarau na Galeria. No dia 25 (sexta-feira), haverá exibição de malabarismo, da peça de teatro “Silêncio” e de um sarau sobre a literatura no Brasil.

Já no sábado (26/03), o público poderá acompanhar espetáculos de malabarismo e pirofagia, atração de dança e o Sarau Urutu. Para encerrar a programação, no domingo (27/03) haverá exibição da peça teatral “O riso”, de malabarismo e equilibrismo, além de apresentação musical do Instituto Fama e da Satie, interpretando Villa Lobos e Três Tempos, respectivamente. Todos os dias de evento contarão com a Intervenção Barroco Literário, da Associação Cultural Literatura no Brasil.

Em paralelo às atrações, o público poderá acompanhar a exposição da Mostra Cultura é Atitude no teatro e prestigiar apresentações artísticas relacionadas ao tema em espaços públicos da cidade, como o Paço Municipal, a Praça dos Expedicionários, a estação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e o Terminal de Transportes Urbanos Vereador Diniz José dos Santos Faria, o Terminal Norte.

A Semana de Arte Moderna de 1922 foi um evento histórico que reuniu célebres nomes da arte nacional, como Oswald de Andrade, Heitor Villa-Lobos e Anita Malfatti, e marcou o início do modernismo no Brasil. As atrações revelaram talentos ao mundo e renovaram a estética do período, com um outro olhar para a forma de se produzir arte. Além de consagrar grandes artistas, as apresentações inspiraram e contribuíram para o surgimento de novos manifestos, movimentos artísticos e estéticas que transcendiam o que até então era tido como tradicional.

O titular da pasta e vice-prefeito de Suzano, Walmir Pinto, pontuou que a Semana de 22 virou do avesso a cultura do País, que até então se encontrava estagnada e elitizada. “O movimento valorizou a cultura cotidiana e aproximou a arte da linguagem popular. Foi de fato revolucionário para aquela realidade e renovou totalmente o panorama nacional. Seu legado perdura até os dias de hoje, nos mais diversos segmentos artísticos”, disse.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi destacou a importância de se celebrar e manter vivas as conquistas da Semana de 22 para o fortalecimento da cultura nacional. Ele convidou toda a população a prestigiar as apresentações e conhecer mais sobre este marco histórico do Brasil. “Além de oferecer novas opções gratuitas de entretenimento aos cidadãos, temos trabalhado arduamente para apoiar os artistas locais e fortalecer o setor. É uma oportunidade imperdível para toda a família. Tenho certeza de que todos irão se divertir e se emocionar”, concluiu.

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano


40 visualizações0 comentário