Palavrear o corpo – Corporificar a palavra

A palavra que em si carrega signo, tempo, espaço. Seja na poesia, na narrativa, na conversa, o que existe dentro de uma palavra pode ser mais do que percebemos. O corpo é caminho para fala,nele nascem urgências, despontam fragilidades. Cada tempo verbal é movimento, cada vírgula é pausa, cada ponto final é ruptura, cada assento é caminho. Os sentidos são tantos, nossa capacidade é vasta em expressar e traduzir, podendo transpassar a letra pelo gesto, a ausência pela palavra não dita. Desde a etimologia da palavra, quantas vidas cabem em um mesmo conjunto de silabas?


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo