O Jardim que Sangrava

Registrar concepções, exercícios e experimentações específicas têm sido uma praxe na era digital dada a sua facilidade. Entretanto, alguns se perguntam: até quando e o quanto isso vale a pena? Ou, melhor (pior), se algo muito pessoal cai em mãos não desejadas? Quiçá o público do mundo todo?! Você teria noção do quanto isso poderia revelar de uma pessoa? Quais facetas estariam a ser descobertas por esse meio?... Assista ao Jardim Que Sangrava e descubra a história e os métodos do escritor G. S. Allan e, quem sabe, o pior de todos os seus segredos não revelados na versão oficial!


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo