top of page

Filmes de Suzano são premiados na 7ª Mostra de Curtas-Metragens do Alto Tietê

‘Rixa do Badra’, da Aamae, levou como ‘Melhor Filme-Escolha do Público’, e ‘Aviso à Gazeta Geral: A Periferia Vai Continuar Gritando’, ganhou como melhor roteiro

A 7ª Mostra Internacional de Curtas-Metragens do Alto Tietê, o “Curta Suzano”, chegou ao fim no último sábado (21/10) premiando os melhores filmes do Alto Tietê e do restante do Brasil, que foram exibidos no Cineteatro Wilma Bentivegna desde a última terça-feira (17/10). Alguns dos destaques do evento, na disputa regional, foram as produções suzanense “Rixa do Badra”, desenvolvido por alunos da Associação de Assistência à Mulher, ao Adolescente e à Criança Esperança (Aamae), entre eles Alexsandro de Alencar Carlos, Fagner Henrique Oliveira e William Henrique Dias, que receberam o prêmio, a partir de uma oficina cultural ministrada pelo Polo de Música e Audiovisual da prefeitura, que ganhou na categoria “Melhor Filme - Escolha do Público” e “Aviso à Gazeta Geral: A Periferia Vai Continuar Gritando”, que venceu na categoria “Melhor Roteiro”, com o roteirista Tiago da Silva.


Participaram da cerimônia de encerramento o vice-prefeito e secretário municipal de Cultura, Walmir Pinto, o Cônsul Geral de Cuba, Pedro Monzón Barata e a esposa dele, Jaceli Fernandes Garrido, o vice-presidente do Instituto Cubano del Arte e Indústria Cinematográficos (Icaic), Roberto Smith de Castro, o secretário adjunto de Cultura de Mauá, Tadeu de Souza, o diretor do Museu Barão de Mauá, Carlos Calisto, e os integrantes do Coletivo Suzano, Raquel Pereira, Escobar Franelas e Rodrigo Campos.


Os outros vencedores do Panorama Alto Tietê, em que concorreram os filmes da região, ficaram assim definidos, por categoria: Melhor Filme - “Me Enxergo Quando Te Vejo” (direção de Michelle Brito e Guillermo Alves), de Ferraz de Vasconcelos; Melhor Diretor - “Fã Nº 1” (Elder Fraga), de Mogi Cruzes; Melhor Montagem - “Me Enxergo Quando Te Vejo” (montagem de Jeniffer Brito), de Ferraz Vasconcelos; Melhor Fotografia - “Não somos mais o que éramos” (Direção de Fotografia: Rodrigo Provazi), de Guarulhos; e Melhor Som - “Amor Eterno” (Rubens Mello), também de Guarulhos.


Já as produções inscritas no Panorama Brasil, de outras regiões do país, foram premiadas da seguinte forma: Melhor Filme - “Quebra Panela” (direção Rafael Analori), de Condado (PE); Melhor Filme - Escolha do Público - “A Vigília” (Victor Ciríaco), de Natal (RN); Melhor Diretor - “Fantasma Neon” (Leonardo Martinelli), do Rio de Janeiro (RJ); Melhor Roteiro - “Posologia” (roteiro de Fabio Narciso), de Belo Horizonte (MG); Melhor Montagem - “Morula” (montagem de Gabriela Cunha), de Pelotas (RS); Melhor Fotografia - “Quebra Panela” (João Carlos Beltrão), de Condado (PE); Melhor Som - “Cercas” (Guga Rocha), de Cuité (PB); Melhor Interpretação - “A Velhice Ilumina o Vento” (Benedita Silveira), de Cuiabá (MT).


A Melhor Interpretação em Papel Coadjuvante ficou com o curta “Último domingo” (direção de Renan Barbosa Brandão e Joana Claude) - Rio de Janeiro (RJ) e contemplou um conjunto de profissionais: Gunnar Borges, Tonico Pereira, Everaldo Pontes, Ravel Andrade e Nilson Carlos Estevão. Ainda houve menções honrosas para os filmes “Ninguém Nunca Vai Te Amar Como Eu Te Amo (Fernanda Magalhães e Gustavo Guives), de São Paulo; e “Manchas de Sol” (Martha Mariot), de Pelotas (RS).


No dia do encerramento, houve também a tradicional roda de conversa "Mulheres no Audiovisual", que ocorre desde a sua primeira edição. Desta vez, as convidadas foram as cineastas Renata Abreu e Mariana França. O evento registrou 26 atividades realizadas durante todo o ano, sendo que 21 foram no período da semana da mostra em outubro. O público somado desses eventos do ano foi estimado em 350 pessoas e o dia de maior público na última semana foi registrado na última sexta-feira (20/10), com a presença de 75 pessoas. Todos os 62 filmes selecionados para a mostra foram exibidos.

Walmir Pinto abordou a relevância do evento. “O Coletivo Curta Suzano, com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, organizou mais uma mostra de grande sucesso, proporcionando a exibição de filmes produzidos no Alto Tietê, em outras regiões do país e também de fora do Brasil. Foram reunidos importantes profissionais do setor durante as atividades e os munícipes tiveram a oportunidade de assistir a vários curtas-metragens de alto nível, que contribuem com o crescimento de nossa produção, sempre valorizando os artistas locais”, frisou Walmir.


Também estiveram presentes ao longo da programação o crítico e cineasta Jean-Claude Bernardet; e os representantes da Secretaria Municipal de Cultura, Amaury Rodrigues (diretor), Márcia Belarmino (supervisora), Herculano de Oliveira (coordenador de Cinema) e Katherine Hajdu (Projetos Especiais).



Créditos das fotos: Gabriel de Lima/Cultura Suzano e Juliana Nunes/Cultura Suzano

24 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page