top of page

Educadora da Pinacoteca de São Paulo visita mostra de alunos da rede municipal

Atividade ocorreu no Centro Cultural Moriconi e contou com as presenças do secretário de Educação, Leandro Bassini, e representantes da Secretaria Municipal de Cultura

A Secretaria de Educação de Suzano recebeu na manhã da última terça-feira (27/06) a visita da educadora Vera Lúcia Cardoso Farinha, representante da Pinacoteca de São Paulo. A atividade ocorreu no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi e teve como objetivo apresentar a mostra “Olhares da Infância”, desenvolvida por 30 estudantes da Escola Municipal Vereador Waldemar Calil, do bairro Cidade Boa Vista. Na ocasião, a exibição contou com a presença do secretário municipal de Educação, Leandro Bassini; da equipe do Setor de Programas, Projetos e Inovação da pasta; da supervisora da Secretaria de Cultura suzanense, Márcia Belarmino; da coordenadora de Artes Plásticas, Aline Baliberdin; e do assessor Vinicius Amaral.


Os trabalhos realizados pelos alunos na exposição “Olhares da Infância” foram desenvolvidos pelos professores especialistas em Arte, Vitor de Lima Santos e Gisele Martins, com a coordenação pedagógica de Maria Remesso. O objetivo foi incentivar os estudantes a pensarem com uma perspectiva sobre a importância deles para a transformação da sociedade, além de dar voz ao público infantojuvenil.


Para Vera Farinha, é uma satisfação que exista um projeto derivado do projeto “Mochilas Pedagógicas”, instituído pelo próprio museu paulista. “Fiquei muito emocionada e extremamente feliz quando soube desta atividade, sem dúvidas é um grande prazer e orgulho. Acredito que a Educação e Cultura devem caminhar juntas, por isso, presenciar esta iniciativa na prática é algo realizador”, ressaltou a representante da Pinacoteca.


Durante a produção das obras que integram a exposição, os estudantes tiveram acesso aos materiais que compõem a “Mochila Pedagógica” como, tela de pintura, massinha de modelar, fichas de identidade de inverno e verão, que representam imagens que podem ser reproduzidas, recortes para colagem, além de um pen drive contendo vídeos referenciais capazes de auxiliar e estimular a criatividade.


Ainda na visita, a pasta de Educação recebeu a entrega do Material de Apoio à Prática Pedagógica (MAPP), do Núcleo de Ação Educativa (NAE), com reproduções de obras de arte expostas no museu. O conteúdo é composto com sugestões e referências de trabalho a fim de promover as melhores formas de integração para potencializar o ensino por meio de atividades artísticas.


Recursos


O professor Santos passou por uma capacitação em janeiro, promovida pela Pinacoteca de São Paulo, na qual obteve contato com diversos conteúdos, visando fortalecer o uso de artes visuais como recurso pedagógico nas escolas públicas ou particulares. Além da mostra, os demais alunos da escola Waldemar Calil participaram do “Desenhaço”, ação que possibilitou pinturas e desenhos em folhas de sulfite que, posteriormente, foram expostas no pátio da escola.


“As crianças assumiram o papel de artistas e foram responsáveis pela realização de algo muito grande. Ocorreram conversas no eixo de atividade e, a partir disso, eles começaram a tirar fotos de suas janelas para reproduzirem sua visão acerca do funcionamento da sociedade. Foi uma temática livre e aberta, porém todos levantaram pontos que poderiam ser melhorados”, explicou o educador.


Os estudantes ainda tiveram a experiência de produzir uma maquete montada com caixas de leite que representavam o entorno do bairro em que a unidade de ensino está localizada.


Para a supervisora da pasta de Cultura, Márcia Belarmino, é fundamental valorizar a visão de mundo na perspectiva das crianças. “Ações educativas como esta mostram que apreender por meio da arte é efetivo. É possível potencializar a comunicação e, ao mesmo tempo, criar uma relação de afeto e carinho entre aluno e instituição, movimento que pode garantir bons frutos no futuro. A mostra visa destacar exatamente essas emoções sentidas pelos jovens que devem ser compreendidas”, pontuou.


Por sua vez, o secretário Bassini destacou a importância da arte como objetivo de transformação e ensino. “Inovações na área da educação infantil se fazem cada vez mais necessárias, pensando nisso, visamos promover este tipo de atividade aos nossos pequenos. O projeto ajuda os professores a entenderem o papel de atividades artísticas no desenvolvimento da cognição, alfabetização, criatividade e demais habilidades que necessitam de estímulo nesta fase da vida. Agradeço a presença e disponibilidade da Vera em nos ajudar nesta iniciativa”, afirmou o titular da pasta.


A visitação da mostra “Olhares da Infância” se estende até esta sexta-feira (30/06), podendo ser conferida gratuitamente das 9 às 19 horas. O Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi está localizado na rua Benjamin Constant, 682, na região central de Suzano.



Crédito das fotos: Mauricio Sordilli/Secop Suzano

11 visualizações0 comentário
bottom of page